Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

da Cozinha da Sofia

Um blog de doces, memórias e colheradas de sabor. Para adoçar a boca e a vida!

da Cozinha da Sofia

Um blog de doces, memórias e colheradas de sabor. Para adoçar a boca e a vida!

31
Out20

Vermelho, vermelhusco, vermelhante, vermelhão: Doce de Tomate

da Cozinha da Sofia

Aqui está ele, mais uma vez!

Muito provavelmente a última tranche deste ano. Como sabem a esta altura já se torna algo difícil encontrar tomate bom, de qualidade, cujo processo de maturação seja apenas: sol, calor e tempo! O tomate é um fruto que não deve estar muito tempo no frigorífico. Tem tendência a perder o sabor e aromas naturais. 

Para mim uma compota ou um doce só faz sentido com ingredientes o mais íntegros possível. O açúcar é o agente conservante mas não deve abafar o sabor do ingrediente principal com que estamos a trabalhar. É essencial manter o sabor e alguma textura no resultado final.

Estão disponíveis frascos de vários tamanhos.

Preços: 3€ - 3.5€ - 4€ - 5€ e 6€

Aproveitem! :)

20201031_193330.jpg

20201031_174132.jpg

 

15
Out20

Doce de Tomate - o tal

da Cozinha da Sofia

Muitas horas depois a mexer a panela nasceram mais uns frasquinhos. Amor num frasco como eu lhes chamo. É mega pindérico e tão verdade! Dá mais trabalho do que se possa pensar, mas faço-o com gosto como se fossem para mim. Adoro todo o processo quase mágico :)

Vários preços entre 2,50€ a 6€, consoante o tamanho do frasco.

 

 

 

 

30
Set20

Era uma vez um doce de tomate

da Cozinha da Sofia

 Este blog nasce de uma memória. De um doce de tomate simples, sem medidas certas e doses pesadas a olho. Era guloso, vermelhão, denso... ensopava o miolo do "pantrigo"! Ou carcaça como mais tarde aprendi a dizer. Ansiava que a minha tia de Lisboa (a cidade grande!) chegasse e fizesse "aquele doce diferente". Diferente da marmelada. Essa era outra história... em cima de uma fatia grossa de broa ao fim da tarde quando o avô chegava da fábrica. E a lembrança das tardes já chuvosas e cinzentas com a avó de volta de tachos enormes cheios de marmelos a borbulhar... parecia um vulcão quente! 

Foi na tentativa de (re)encontrar esses sabores da minha infância que comecei a testar receitas, ajustar ao gosto da memória. Talvez por isso mesmo as primeiras experiências foram... adivinhem: o doce de tomate e a marmelada! 

"Obriguei" os meus testers a criticar e dar sugestões. E eles obrigaram-me a mim a partilhar este projecto. Ei-lo! 

Os meus doces passam também a ser vossos! Sintam-se à vontade para comentar, dar sugestões. Provem!

Todos os doces e compotas que fizer irei partilhar por aqui, por isso sigam o blog e subscrevam as notificações para não perderem uma colherada que seja!

Haverá vários tamanhos e preços. Os sabores serão, na sua maioria, sazonais.

Mas e tinha de haver um grande mas: aqui o factor sustentabilidade é ponto acente. Os materiais serão esterilizados e posteriormente reutilizados, os ingredientes maioritariamente biológicos. O método é o tradicional: panela e colher de pau! 

Quero manter o respeito pelo sabor de cada ingrediente. E pretendo que cada pessoa entenda que é responsabilidade de cada um de nós preservar, reutilizando, reciclando.

Já agora, o meu doce de tomate é aprovado pela minha tia e a minha avó adorou a marmelada. Testers mais críticas e exigentes não podia haver ;)


Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me no instagram

Entregas em Almada e Seixal, outras zonas sob consulta.

Preços, informações, sugestões, pedidos... contacte!

Mensagens

Posts destacados

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub